Introdução

Um dos milagres que a dieta carnívora opera, é resolver problemas digestivos que são incrivelmente comuns nos dias de hoje. 

Isso se dá por ser a melhor dieta de eliminação, removendo alimentos que costumam causar sintomas digestivos como gases, inchaço, dor de estômago, diarreia e constipação.

Dietas pobres em FODMAP foram estudadas principalmente em pacientes com síndrome do intestino irritável (SII). Este é um distúrbio digestivo comum que inclui sintomas como gases, inchaço, cólicas estomacais, diarréia e prisão de ventre, mas também podem ser benéfica para outros distúrbios gastrointestinais funcionais (FGID) - um termo que abrange vários problemas digestivos (*).

Além disso, algumas evidências sugerem que pode ser útil para pessoas com doenças inflamatórias intestinais (DII), como doença de Crohn e colite ulcerativa (*)

O que é FODMAP

FODMAP é uma sigla, que a tradução literal é:

F = Fermentáveis
O = Oligossacarídeos
D = Dissacarídeos
M = Monossacarídeos
A = and (e)
P = Polióis

FODMAPs são carboidratos de cadeia curta que se movem através de seus intestinos sem serem digeridos. Estes são os termos científicos usados ​​para classificar grupos de carboidratos que são notórios por desencadear sintomas digestivos como inchaço, gases e dor de estômago.

Se você costuma ter problemas digestivos que diminuem sua qualidade de vida, os FODMAPs devem estar em sua lista de principais suspeitos.

Sintomas comuns

Os sintomas de intolerância aos FODMAPs podem incluir inchaço, gases, constipação, diarréia ou dor abdominal, bem como sintomas não gastrointestinais, como fadiga ou pensamento nebuloso. 

Muitos estudos apoiam o uso de uma dieta baixa em FODMAP para a melhora dos sintomas de SIBO, IBS e outras condições relacionadas ao intestino (*,*).

Se você sofre com alguma dessas condições ou não tem diagnóstico, mas apresenta esses sintomas, pode considerar testar a dieta carnívora para ver como se sai. 

Benefícios potenciais

Os benefícios potenciais de uma dieta com baixo FODMAP podem incluir (*, *, *):

  • Menos gases
  • Menos inchaço
  • Menos diarreia
  • Menos constipação
  • Menos dor de estômago

Os alimentos com alto teor de FODMAP são

Aqui está uma lista de alguns alimentos e ingredientes comuns que são ricos em FODMAP (*):

  • Frutas: Maçãs, damascos, amoras, cerejas, tâmaras, figos, pêras, pêssegos, melancia, abacate;
  • Adoçantes: frutose, mel, xarope de milho com alto teor de frutose, xilitol, manitol, maltitol, sorbitol;
  • Produtos lácteos: leite (de vaca, cabra e ovelha), sorvete, a maioria dos iogurtes, creme de leite, queijos macios e frescos (cottage, ricota, cream cheese etc) e suplementos de proteína de soro de leite;
  • Legumes: alcachofras, aspargos, brócolis, beterraba, couve de bruxelas, repolho, couve-flor, alho, erva-doce, alho-poró, quiabo, cebola, ervilha, cebola;
  • Leguminosas: feijão, grão de bico, lentilha, feijão vermelho, feijão cozido, soja;
  • Trigo: pão, massa, a maioria dos cereais matinais, tortilhas, waffles, panquecas, biscoitos, biscoitos;
  • Outros grãos: cevada e centeio, cogumelos;
  • Bebidas: Cerveja, vinhos fortificados, refrigerantes com xarope de milho rico em frutose, leite, leite de soja, sucos de frutas.

Como você pode ver, a maioria desses alimentos não fazem parte de uma dieta carnívora, pois são de origem vegetal. Quanto aos alimentos de origem animal, estes não são essenciais em uma dieta carnívora e podem muito bem serem excluídos por pessoas que notam reações adversas ao consumo. 

Lembre-se da importância de ouvir seu próprio corpo. Se você perceber que não está se sentindo bem ao comer um determinado alimento, mesmo que os resultados dos exames não mostrem nada, você pode sempre optar por não comê-lo. 

Os alimentos mais indicados são

Há uma grande variedade de alimentos saudáveis ​​e nutritivos que você pode comer com uma dieta de baixo FODMAP, incluindo (*, *, *):

  • Origem animal: Carnes, peixes, frutos do mar, ovos;

A carne é rica em proteínas e não contém carboidratos ou açúcares fermentáveis. 

A proteína é facilmente digerível e não fermentável pelas bactérias intestinais - o que se traduz em nenhum gás intestinal indesejado. Desfrute de todas as carnes!

Os ovos são um alimento poderoso, com baixo teor de carboidratos, rico em proteínas e nutritivo, com gorduras boas de que seu corpo precisa. Além disso, os ovos também são facilmente digeridos.

  • Origem animal: Produtos lácteos: laticínios sem lactose, leite sem lactose, manteiga, manteiga ghee, queijos duros e variedades mais macias envelhecidas como brie e camembert;
  • A maioria das ervas e especiarias
  • Bebidas: água, café, chá, etc.
  • Frutas: bananas, mirtilos, melão, toranja, uvas, kiwi, limão, lima, tangerinas, melões, laranjas, maracujá, framboesas, morangos;
  • Adoçantes: xarope de bordo, melaço e estévia;
  • Plantas: pimentão, cenoura, aipo, pepino, berinjela, gengibre, couve, alface, cebolinha, azeitonas, batata, rabanete, espinafre, cebolinha, abóbora, batata doce, tomate, nabo, inhame, abobrinha.

Lembre-se de que a lista não é definitiva, nem exaustiva. Existem alimentos não listados aqui que apresentam alto ou baixo teor de FODMAPs. Além disso, você pode tolerar alguns alimentos na lista de alimentos a evitar - enquanto observa sintomas digestivos em alimentos com baixo teor de FODMAPs por outras razões.

Considerando que os alimentos de origem vegetal não são essenciais para a nossa saúde, você poderia seguir uma dieta carnívora, como dieta de eliminação de Fodmaps, focando no consumo dos alimentos mais indicados que sejam de origem animal.

Como fazer um teste

Geralmente, é recomendado eliminar completamente todos os alimentos com alto teor de FODMAP por algumas semanas, pois é improvável que você note melhoras se eliminar apenas alguns alimentos, mas não outros.

Se os alimentos ricos em FODMAPs forem a causa de seus problemas, você poderá sentir alívio em apenas alguns dias.

Depois de algumas semanas, você pode reintroduzir alguns desses alimentos - um de cada vez. Isso permite que você determine qual alimento causa seus sintomas.

Se você achar que um determinado tipo de alimento perturba fortemente sua digestão, evite-o permanentemente.

Conclusão

Algumas pessoas têm sérios problemas de saúde que exigem dietas mais restritas. Se você se identificar com os sintomas descritos no artigo, pode testar uma dieta tradicional de baixo nível FODMAP.

Acontece que seguir uma dieta de baixo FODMAP pode ser muito confuso, pois você teria que se atentar para uma lista de alimentos permitidos e não recomendados ao fazer suas compras e refeições. 

Esta é a principal razão pela qual as pessoas recorrem a métodos mais diretos, como uma dieta carnívora, para controlar seus sintomas, já que a carnívora pode ser considerada a versão extrema de uma dieta de baixo FODMAP.

A dieta carnívora é uma excelente dieta de eliminação e pode colocar fim, com praticidade, aos problemas comumente causados pelo consumo de alimentos ricos em FODMAP.

Para você testar a dieta carnívora com segurança, confira o Guia Prático da Dieta Carnívora. Nele você encontrará tudo que precisa saber para começar, da forma mais direta e organizada possível. Boa sorte!


No items found.
No items found.
No items found.