Introdução

As lectinas podem causar má digestão, inflamação e várias doenças em algumas pessoas. Este artigo mostra tudo o que você precisa saber sobre as lectinas. (*)

O que são lectinas na alimentação - O básico

Para que servem as lectinas nos alimentos? Não muito - a menos que você seja uma planta. A lectina é a forma de autodefesa de uma planta. Ajuda a desencorajar os predadores de comerem determinada planta no futuro. (*, *)

Mas as lectinas dos alimentos podem envenenar animais e humanos. Uma das toxinas vegetais mais poderosas, a ricina, é uma lectina que ajuda a proteger a mamona. Na verdade, é tão poderoso que é conhecido por causar danos graves a animais e humanos. Em alguns casos, a ricina até foi usada como arma biológica. (*)

A grande maioria das lectinas não são tão tóxicas quanto a ricina, mas elas ainda podem causar muitos danos ao corpo humano.

Existe algum método para reduzir a quantidade de lectina?

Sim. Imersão, germinação e fermentação ajudam a decompor parte das lectinas dos alimentos, mas muitos alimentos modernos são cozidos o mais rápido possível, portanto, não decompõe as lectinas antes de serem ingeridas.

Ainda que esses método sejam feitos corretamente, algumas pessoas também são mais sensíveis às lectinas do que outras.

Os danos que as lectinas podem causar

Você pode pensar que, como a lectina é uma proteína vegetal, ela seria boa para você. Mas uma lectina é um tipo específico de proteína vegetal que é realmente ruim para você. 

Acredita-se que as lectinas tenham evoluído como uma defesa natural nas plantas, essencialmente como uma toxina que impede os animais de comê-las. (*)

Tem sido sugerido que (*, *, *, *, *) : 

  • podem reduzir a capacidade do corpo de absorver nutrientes (afetando a absorção de minerais como cálcio, ferro, fósforo e zinco), 
  • podem causar danos digestivos massivos, 
  • podem ser parcialmente responsáveis ​​pela "síndrome do intestino permeável",
  • estão diretamente ligadas ao ganho de peso, 
  • a lectina está associada à resistência à leptina,
  • podem causar inflamação e uma série de doenças crônicas, 
  • podem perturbar o microbioma intestinal e alimentar bactérias nocivas ligadas a doenças autoimunes,
  • podem enfraquecer o sistema imunológico,
  • podem desencadear alterações cancerígenas,
  • podem contribuir para doenças de pele etc.

Respostas mais comuns ao consumo de lectinas

As lectinas podem causar respostas físicas dolorosas ou desconfortáveis (*), incluindo:

  • problemas digestivos,
  • inchaço, 
  • náusea,
  • gases,
  • diarreia,
  • dores abdominais,
  • fadiga,
  • névoa cerebral e fadiga,
  • dores nas articulações,
  • erupções cutâneas etc.

As plantas não querem ser comidas

Eu odeio dizer isso a você, mas frutas, vegetais, feijão e outras plantas não são colocados nesta terra para servir a nós, humanos. 

Na verdade, elas não querem ser comidas. Ao longo de milhões de anos evoluindo com animais, desenvolveram mecanismos de defesa inatos. 

Você vê, a natureza tem tudo planejado. As plantas supõem que, se você comer algo que o deixa doente, você evitará isso na próxima vez que tiver fome. Portanto, ao forçar você a ingerir lectinas prejudiciais, a natureza se protegeu.

As lectinas são uma dessas ferramentas de defesa usadas por muitos alimentos vegetais para sobreviver e se reproduzir.

Alimentos a evitar em uma dieta sem lectina

Os alimentos com maior teor de lectinas incluem:

  • tomate,
  • batata,
  • goji berries
  • pimentão,
  • berinjela,
  • lentilhas,
  • feijões,
  • grão de bico,
  • soja,
  • cevada,
  • arroz,
  • quinoa,
  • ervilha,
  • aveia,
  • amendoim,
  • castanha do caju,
  • sementes de abóbora, girassol, chia,
  • pepinos,
  • abóboras,
  • grãos e produtos feitos com grãos etc.

Conclusão

Agora, quase todo mundo tem algum nível de dano no intestino. E embora as lectinas não sejam a única causa de um intestino prejudicial à saúde, elas causam problemas para muitas pessoas.

Como a maioria dos alimentos incentivados em uma “dieta saudável” tradicional está, na verdade, envenenando você e destruindo seu intestino, uma dieta sem lectina, como a dieta carnívora, pode ser exatamente o que você precisa para finalmente alcançar uma boa saúde.

No items found.
No items found.
No items found.