Não importa há quanto tempo você é vegano ou vegetariano, você sempre pode voltar a comer carne. Aliás, quanto mais cedo voltar, melhor!

Se o vegetarianismo ou veganismo não funcionou para você, então você vai querer ler este artigo com dicas para reintroduzir a carne.

Não se sinta mal por abandonar esse barco furado

Muitas pessoas me procuram diariamente pedindo ajuda, porque perceberam que precisam adicionar carne de volta em suas dietas.

Elas acreditaram em várias mentiras sobre a carne e acabaram sofrendo com: desnutrição, transtornos mentais, excesso de peso, má saúde intestinal, baixa imunidade, anemia, falta de energia, baixa libido, infertilidade, ossos fracos, sarcopenia, desordens alimentares etc. A lista de problemas é realmente imensa.

Não é pra menos que, estima-se que 84% dos vegetarianos e veganos voltam a comer carne. 

A maioria não aguenta ficar sem carne por 1 ano, enquanto quase um terço não aguenta mais do que três meses. (*)

Para muitas pessoas, o vegetarianismo é mais uma fase do que uma mudança permanente no estilo de vida e muitos voltam a consumir alimentos de origem animal após verem um declínio na saúde ou cederem a desejos intensos por carnes, ovos, bacon etc.

Eu entendo o quanto pode ser difícil a decisão de abandonar uma dieta vegana ou vegetariana, mas você não está fazendo nada de errado e não deve se sentir culpado por comer carne. 

Então, para oferecer apoio àqueles que estão passando por essa transição desafiadora, trago aqui algumas dicas para reintroduzir a carne em sua dieta.

Você pode começar devagar

Você não precisa abandonar sua dieta de plantas e ir direto para uma churrascaria. 

Uma solução mais realista seria reintroduzir os alimentos de origem animal lentamente. 

Experimente começar por leite, iogurte, manteiga, ovos, embutidos (de preferência artesanais), caldo de ossos e aos poucos vá acrescentando também peixes, frango, carne de boi, carne de porco. 

A transição mais gradual pode permitir que o seu corpo e a sua mente se ajustem novamente para o consumo de alimentos que haviam sido excluídos anteriormente.

Deixe o seu corpo te guiar

Antes de retomar o consumo de alimentos de origem animal, muitas pessoas relatam que estavam lidando com desejos incessantes por determinado alimento. 

Se esse for o seu caso, escolha comer o que você estava desejando e o que parece certo para você. 

Ceder ao que o seu corpo está pedindo, pode te mostrar o quão valiosos são os alimentos do reino animal. 

Você não precisa ir direto para a dieta carnívora

Não pense que precisa sair da dieta vegana e ir direto para um dieta carnívora.

Embora seja verdade que muitos ex-veganos e vegetarianos fizeram exatamente isso, você pode querer continuar consumindo plantas e tudo bem.

Se esse for o seu caso, uma dieta baseada em animais (+-80% da dieta sendo alimentos de origem animal e +- 20% da dieta sendo plantas), pode ser realmente uma excelente opção.

Eu não defendo uma dieta baseada em plantas, pois elas não podem garantir uma nutrição ideal, ainda assim, reconheço que podem complementar a dieta por oferecerem valor culinário, contribuirem com sabor, textura e deixando a dieta mais acessível financeiramente.

Consuma carnes de panela, preparada com vegetais

Enquanto algumas pessoas estão literalmente desesperadas por um pedaço de carne, outras não conseguem mais conceber a ideia de ter que comer carne novamente. Sentem repulsa pela carne, embora o corpo esteja ansiando por ela.

Se você ainda sente aversão pelo gosto da carne, experimente cortes que podem ser feitos em uma panela de pressão, acompanhados de vegetais e temperos frescos que vão ajudar a "mascarar" o gosto da carne, até você se acostumar com ela novamente.

Peça comida ou coma em restaurantes

Manusear carne crua pode ser realmente desafiador para alguém que a evitou por um período de tempo. 

Se você não se sente preparado para manusear as carnes ainda, uma alternativa viável é pedir comida em aplicativos de entrega ou comer carnes em restaurantes. 

Procure, por exemplo, restaurantes japoneses (salmão grelhado e sashimi), hamburguerias (burger sem pão), steak houses, parrillas, casas de espetinhos.

Faça "escondidinhos"

Uma forma conveniente de acrescentar carne de volta à sua dieta é comprando carne moída e preparando receitas como "escondidinho de carne moída", com batata doce, mandioquinha e mandioca. 

A carne moída tem uma textura que pode ajudar quem ainda não consegue pensar em mastigar pedaços de bifes.

Ao preparar o prato você poderá fazer uma camada de carne moída e acrescentar por cima alguma das opções que mencionei acima. É comum que nas receitas de "escondidinho", seja utilizado leite para fazer um purê mole e queijo para gratinar. 

Dessa forma, em uma só receita, você consegue incorporar carne, leite e queijo.

Faça uma salada e acrescente frango, ovos e queijos

O frango desfiado ou em cubos é super simples de ser preparado e pode ser incorporado facilmente em saladas. 

Você pode fazer um bowl de salada com mix de folhas e acrescentar o frango, ovos de codorna ou ovos cozidos e lascas de queijo. 

Prepare pães carnívoros

Existem diversas receitas de pães carnívoros que você pode testar. Assim, estará consumindo alimentos de origem animal, mas não necessariamente tendo que sentir a textura e o gosto deles. 

Os pães e demais receitas carnívoras são certamente uma forma interessante de voltar a incorporar alimentos de origem animal na sua dieta. 

Confira o Portal de Receitas Carnívoras e veja a quantidade de receitas saudáveis que você poderá fazer assim que voltar a consumir alimentos de origem animal. 

Compre peixes enlatados ou frescos

Muitos ex-veganos e vegetarianos acabam indo primeiro para o peixe quando decidem retomar o consumo de carnes.

O peixe é uma proteína de alta qualidade, contém ácidos graxos ômega-3 e vitaminas como D e B2 (riboflavina). O peixe é rico em cálcio e fósforo e uma grande fonte de minerais, como ferro, zinco, iodo, magnésio e potássio.

Se você quiser evitar ter que manusear o peixe, pode ser realmente uma boa ideia comprá-los enlatados. São fáceis de serem encontrados e rendem uma boa refeição.

Também não é difícil de encontrar eles já prontos para consumo, como o caso dos peixes crus (salmão, atum, peixe branco) ou tipos já limpos e sem espinhos, que são vendidos congelados.

Se a carne de boi, porco e frango ainda não entram na sua cabeça, fique tranquilo e comece a sua reintrodução pelos peixes e até mesmo frutos do mar.

Faça receitinhas com ovos

Apesar do título do artigo mencionar a reintrodução de carnes, muitos veganos também haviam deixado de consumir ovos e podem querer começar com eles, caso ainda não se sintam preparados para o consumo de carne. 

​​Os ovos são uma excelente fonte de proteína, com todos os aminoácidos essenciais nas proporções certas. Além disso, os ovos inteiros são incrivelmente nutritivos, contendo uma grande quantidade de nutrientes em comparação com as calorias. 

Você pode considerar incorporar mais ovos na sua dieta. Isso não deve ser difícil, já que além de poderem ser preparados de formas variadas, os ovos são ingredientes de muitas receitas, sejam elas carnívoras ou não.

Use um Whey Protein

Se você ainda não consegue obter uma quantidade razoável de proteínas de alimentos como carnes, laticínios, ovos e vísceras, pode ser uma boa ideia acrescentar Whey Protein à sua dieta. Beba com água, com leite, com iogurte ou até mesmo batido com fruta.

Whey protein tem um valor nutricional muito alto e é uma das melhores fontes dietéticas de proteína de alta qualidade. É altamente digerível e absorvido rapidamente em comparação com outras proteínas. (*)

Obtenha apoio social e participe de novas comunidades

Transições de vida tão grandes como essa são sempre facilitadas com o apoio de outras pessoas e de profissionais. 

Converse com pessoas que já passaram por essa experiência. Não é difícil encontrar fóruns de discussão de "ex veganos e vegetarianos". Existem muitos que inclusive migraram para a dieta carnívora.

Você também poderá contar com a minha ajuda se precisar. Eu já auxiliei diversos ex-veganos e vegetarianos a reconquistarem a saúde que haviam perdido.

Lembre-se de seus motivos para voltar a comer carne e seja paciente com a adaptação

Se você voltou a comer carne por motivos de saúde, pense nos benefícios que obterá com essa mudança. 

Seu corpo é capaz de processar carne, porque isso é uma parte natural da dieta humana. Não é algo que possa ser perdido, por mais tempo que você fique sem comer.

Talvez haja um período de adaptação, enfrentando distensão abdominal, constipação, diarreia, sensação de "estar pesado" depois das refeições, mas tudo isso costuma melhorar de forma breve. 

Conclusão

Eu espero que você ache este artigo útil!

Comer carne de novo é mais fácil do que você imagina, não importa quanto tempo você ficou sem comer.

Você já teve a experiência de reintroduzir a carne em sua dieta depois de decidir deixar de ser vegetariano ou vegano?

No items found.
No items found.
No items found.